Paixão Arde, Desejo Trai

Mostra de Poemas Comentados de Ibernise

Meu Diário
18/01/2015 08h03
Renovação


A esperança é ser natal todos os dias. Como? Despojamento e fé.
Plantar uma semente de paz a sua volta, como? Banhar-se nas águas do tempo novo. 
Deixar que escorra e lave tudo e leve tudo, e deixe tudo novo de novo. 
Corpo e alma mergulhados, num batismo de fé e renascimento.
É natal, é assim que o sentimento natalino nos toma, nos invade e nos transforma. 
Mas é preciso querer ser novo outra vez, e tantas vezes quanto for preciso, ser outro sem deixar de ser o mesmo. 
Viver e deixar viver, crescer amadurecendo, ver coisas nunca vistas, desejar sempre o quase impossível sabendo e acreditando na realização suprema, que haverá sempre de ser a felicidade maior. Saber e sentir-se próximo do próximo numa felicidade pueril, garantida e serena, muito antes do fim que, assim sendo, será sempre um recomeço. Permitir ao espírito renascer, reviver sem cansaço, sem medos, com a certeza de se saber e ser o Amor Maior em ação no terreno dos afetos apenas permeáveis ao coração.

 Barcelos (Portugal), 22DEZ2014.' Renovação ' Prosa de Ibernise.


Publicado por Ibernise em 18/01/2015 às 08h03
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras